Castelo de Monsaraz - Credito Victor Carvalho

8 dicas para elaborar seu roteiro pelo Alentejo.

Avalie esse destino

Com Portugal em evidência, nada mais justo do que conhecer cada canto desse país que atrai a atenção de milhares de turistas brasileiros. E que tal começar pela região mais autêntica? Localizado no centro-sul, o Alentejo surpreende por sua vasta oferta turística, com opções para todos os perfis de viajantes. Seja no inverno ou no verão, a maior região de Portugal é o lugar perfeito para fugir do agito urbano e das multidões, aproveitando a vida em seu próprio ritmo.

O ideal é reservar, pelo menos, cinco dias de estadia no destino. E, para elaborar um roteiro completo, confira algumas dicas e aproveite tudo que o Alentejo tem a oferecer. 

Pesquise sobre a fascinante história da região
Tenha informações sobre a história local antes mesmo de embarcar. Assim, ficará muito mais fácil decidir quais atrações visitar durante suas férias e estabelecer o itinerário. O destino possui inúmeros monumentos que testemunharam momentos importantes do país, além de vilas inteiras declaradas Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, como Elvas, ao norte da região. Se preferir, contrate um guia local que poderá fornecer detalhes e curiosidades, acrescentando conhecimento e originalidade aos seus passeios. 

Inclua atividades para todos os participantes
O Alentejo conta com atividades variadas e, em uma viagem em grupo, é importante levar a opinião de todos os envolvidos em consideração. Para entreter a família inteira, por exemplo, uma boa opção é passar um dia de atividades divertidas no Lago Alqueva e fazer passeios de barco ou esportes náuticos, ou então visitar o zoológico Badoca Safari Park, com muitas espécies para conhecer e interagir.

Hospede-se em mais de um hotel
Com ampla diversidade de hotéis, pousadas e herdades, o Alentejo possui inúmeras propriedades que oferecem uma experiência completa em hospedagem. Por isso, tente dividir a sua estadia em, no mínimo, duas etapas. Você pode dormir em antigos aposentos da realeza portuguesa, como na Pousada Rainha Santa Isabel, em Estremoz. Ou então, provar o melhor do turismo rural em hotéis como o elegante Torre de Palma Wine Hotel, em Monforte, ou na Herdade da Malhadinha Nova, em Albernoa.

Inclua experiências locais no seu itinerário
O artesanato é uma recordação perfeita para levar para casa, e cada vila ou cidade possui um ofício mais característico, como tapetes e mantas feitos de lã de ovelhas, artigos em cortiça e couro, peças de vestuário tradicionais e cerâmica. Para ir a fundo na cultura alentejana, inclua no roteiro experiências como cozinhar um prato típico, participar de um workshop de cerâmica ou até mesmo aprender o bordado usado no famoso tapete de Arraiolos.

Faça o roteiro de carro
Esta é a melhor maneira para viajar pelo Alentejo e conhecer seus mais belos cenários. Mesmo com boas opções de transporte público, o passeio de carro permite maior liberdade, contato com a natureza e a descoberta de diversos tesouros portugueses durante o trajeto. Além disso, o destino não possui grandes metrópoles, ou seja, o trânsito é tranquilo pelas pequenas cidades e vilarejos espalhados por todo o seu território. É possível alugar um carro diretamente no aeroporto de Lisboa, e a maioria das locadoras disponibiliza o “Via Verde”, um sistema simplificado de pagamento de pedágios.

Experimente a gastronomia sem igual
Um atrativo à parte, a gastronomia autêntica alentejana conta com pratos saborosos, baseados em carne de cordeiro, porco alentejano e lebre, além de peixes e frutos do mar, sempre acompanhados pelo pão tradicional da região. Deu água na boca? Então tente buscar por restaurantes que trazem o melhor dessa inigualável culinária típica.

Mergulhe em uma das praias intocadas
Reserve pelo menos um dia da viagem para conhecer o litoral alentejano e seus areais dourados e quase desertos. O destino tem algumas das melhores praias do continente europeu, muitas delas perfeitas para a prática de esportes náuticos, outras ideais para um dia em família e um bom banho de sol. Entre as mais badaladas estão Comporta, Tróia Galé e São Torpes. 

Vinhos e mais vinhos
Meca dos apaixonados por vinhos, a região tem opções de enoturismo espalhadas por todo o seu território e é obrigatório incluir pelo menos uma visita às vinícolas. É possível conhecer o processo de produção dos premiados vinhos, aprender mais sobre eles e ainda degustá-los, tanto em adegas como em herdades produtoras. As vindimas acontecem nos meses de agosto e setembro. Se estiver por lá, você pode participar da colheita e até da pisa das uvas.

Você também pode gostar de: