433fd0af-c61a-464a-9393-5129cdfa2eac

Ensino Médio no exterior com segurança e qualidade ainda é sonho possível.

Avalie esse destino

Se a decisão de estudar fora do Brasil depende de planejamento criterioso para pessoas na idade adulta, o desejo de fazer o ensino médio em outro país pode ser um desafio ainda maior para adolescentes e familiares. As preocupações com segurança a adaptação são o primeiro obstáculo e enfrentar esse desafio passa essencialmente pela escolha do melhor país. Esses fatores precisam estar aliados também à garantia de ensino de qualidade e à certeza de que o estudante será bem-vindo. Além disso, vale ressaltar que um bom destino para os jovens em idade escolar precisa possibilitar vida social interessante, diversidade cultural e novas experiências.

 

Todos esses fatores estão reunidos na Nova Zelândia: um dos países com índices de criminalidade mais baixos do mundo todo, com uma cultura livre de corrupção e que privilegia a confiança e a transparência.  Os índices de desenvolvimento humano alcançam níveis de excelência e as taxas de analfabetismo são nulas. A diversidade e o pensamento crítico são incentivados e os estudantes internacionais encontram uma comunidade interessada e acolhedora. A Nova Zelândia é conhecida também como a nação com as paisagens mais bonitas do mundo, terra dos esportes radicais, das atividades ao ar livre e do respeito a costumes e tradições do mundo todo.

 

Claro que o cenário ideal não estaria completo sem educação de qualidade. O padrão de ensino da Nova Zelândia é reconhecido no mundo todo. Para se ter uma ideia: o nível de escolaridade entre os habitantes locais chega a quase vinte anos. No Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (PISA) o país aparece sempre entre os melhores. A avaliação da Organização Para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) mede as habilidades dos estudantes em matemática, leitura e ciência em diversos países do mundo. E o controle interno da qualidade da educação também é rigoroso: a New Zealand Qualifications Authority – instituição governamental – exige padrões altos das instituições credenciadas. Nenhuma escola pode funcionar sem registro e aval do órgão.

 

A experiência do país com estudantes internacionais também garante a melhor acolhida aos intercâmbistas. Anualmente a Nova Zelândia recebe cerca de 90 mil alunos de outras nações. É possível morar tanto em casas de famílias neozelandesas quanto em residências estudantis. A estrutura é toda focada na integração total dos estudantes, o que inclui estímulos a atividades extra-classe e a convivência com a comunidade. Para finalizar, a Nova Zelândia proporciona liberdade de escolha da instituição onde o aluno prefere estudar, algo que não acontece em todos os países de língua inglesa. Com todas essas informações em mãos, agora é partir para a pesquisa da melhor cidade e da escola mais apropriada para o seu perfil.

 

Mais sobre o ensino médio na Nova Zelândia no link: http://www.studyinnewzealand.govt.nz/study-options/schools

Você também pode gostar de: