af460a59-7e04-4ff5-9f13-1b5c32871271

Na Amazônia, navegar é… imperdível!

Avalie esse destino

Há várias possibilidades de conhecer a Amazônia. O que vai determinar o quão intensa e rica pode ser essa experiência é o quanto se adentra por ela a partir da porta de entrada escolhida. Pensando em atender a demanda de clientes interessados em roteiros mais completos e, digamos, selvagens, a Operadora Turismo Consciente lança pacote de 10 dias a bordo de barcos exclusivos, saindo de Manaus, capital do Estado do Amazonas, e navegando pelas águas do Rio Negro até o Rio Jauaperi.

 

Marcada para o período de 7 a 16 de outubro, a viagem “Navegação Jauaperi – Xixuaú” começa em território manauara e dali parte para o município de Novo Airão, considerado o portal do icônico Arquipélago de Anavilhanas. Ali, sim, começa uma grande navegação a bordo do Barco Jacaré-Açu (confortável embarcação regional equipada com cabines privativas com ar condicionado, camas e banheiro, além de restaurante e terraço). O início do roteiro contempla passeios por algumas das 400 ilhas e alguns lagos da região de Anavilhanas, onde será possível já visualizar espécies como os botos Tucuxi e Cor-de-Rosa, e aves de época.

 

E os atrativos continuam: apreciar as paisagens do Rio Negro com nascer do Sol em meio a natureza, fazer uma trilha de três horas em floresta primária até as Grutas do Madadá, passear por um autêntico sítio caboclo e tomar banho na Praia do Sono, antes de navegar mais até chegar às margens do Parque Nacional do Jaú. Base do ICMBIO (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), o local oferece caminhada para observação de Sumaúma (a maior árvore da Amazônia), além de navegação pelas águas espelhadas do Rio Jaú, em meio à natureza quase intocada, para observação de fauna e flora, e conhecer um dos seus afluentes, o Rio Pauini, repleto de belas cachoeiras.

 

E a aventura segue ficando mais interessante, à medida em que a navegação continua pelo Rio Jauaperi, com parada para visita à Vila de Moura, a maior comunidade ribeirinha do Rio Negro, com cerca de 500 habitantes, e à Escola Santa Rita, que desenvolve projeto de ensino à distância. Após uma passagem pelo Igarapé do Gaspar, a viagem segue rumo à Comunidade de Itaquera (onde vivem os alunos da Escola Vivamazônia) e à esplendorosa Reserva Xixuaú.

 

 

Navegar é imperdível!

 

“O jeito mais autêntico e intenso de conhecer a floresta amazônica é navegando pelos seus grandes rios. Dessa maneira, quanto mais se avança Amazônia a dentro, mais vai ficando possível visitar áreas preservadas, pouco exploradas pelo homem, e conhecer uma variedade maior de bichos e da flora local”, observa Maria Teresa Junqueira Meinberg, proprietária da Turismo Consciente. “Sem contar nas praias que surgem durante o período da seca, o intercâmbio com moradores de regiões escondidas e as trilhas aquáticas em lagos e igapós”, completa.

 

A Reserva do Xixuaú é considerada um grande lar intocado de algumas das mais deslumbrantes espécies da fauna amazônica, repleta de ariranhas, peixes-boi, jaburus, quatipurus, macacos arborícolas, imensos jacarés pretos, bandos de tucanos vermelhos, solitários gaviões malhados e escandalosas araras multicoloridas. A imersão aquática no XiXuaú, ao lado do território indígena Waimiri-Atroari, quase na fronteira com o estado de Roraima, surpreende com as corriqueiras aparições de macacos-aranha (o maior macaco brasileiro) e ariranhas. “Nesse ponto da viagem, onde já estaremos distantes cerca de 500 quilômetros de Manaus, o cenário é o mais preservado possível, com um ar selvagem e impressionante”, conta Maria Teresa.

 

Chegada a hora de fazer o caminho de volta, a navegação segue para a região de Novo Airão, para um city tour pela cidade, visitando oficinas de artesãos locais e outras atrações, e uma experiência no lodge Mirante do Gavião, construído de forma integrada à natureza, nas margens do Rio Negro. Essa expedição completa na Amazônia, oferecida pela Operadora Turismo Consciente, é finalizada com um dia dedicado à usufruir das instalações do local antes de partir para Manaus.

 

ROTEIRO Navegação Jauaperi-Xixuaú | 10 dias

07 a 16 de Outubro de 2016

Valor por pessoa – Pacote terrestre e fluvial, com alimentação a bordo, sem aéreo: R$ 8.480,00.

 

Confira, abaixo, os detalhes completos desta viagem, incluindo valores e condições.

 

Informações sobre o Roteiro Turístico:

Natália Amarante | Turismo Consciente – contato@turismoconsciente.com.br

(11) 3262-4399

 

Navegação Jauaperi-Xixuaú | 10 dias

07 a 16 de Outubro de 2016

 

Se dentre todas as atrações que a Amazônia oferece, seu maior desejo é contemplar a vida selvagem, este é seu roteiro!

 

Além das belas praias que surgem durante o período da seca e dos vilarejos de comunidades ribeirinhas tradicionais com artesanato primoroso e simpáticas cachoeiras, o rio Jauaperi, especificamente na Reserva do Xixuaú, é o lar intocado de algumas das mais deslumbrantes espécies da fauna Amazônica – ariranhas, peixes-boi, jaburus, quatipurus, macacos arborícolas, imensos jacarés pretos, bandos de tucanos vermelhos, solitários gaviões malhados e escandalosas araras multicoloridas. Tudo isso espalhado por igarapés de águas cristalinas.

 

Distante cerca de 500 km de Manaus, já no estado de Roraima, fazendo fronteira com o território indígena Waimiri-Atroari, aqui encontramos o paraíso selvagem de nossos sonhos. E é pra lá que vamos!

 

Roteiro Dia a Dia

 

07/10) 1º dia

São Paulo / Manaus

Apresentação no Aeroporto Internacional de Guarulhos para embarque com destino a Manaus. Recepção no aeroporto e traslado privativo para o Hotel Casa Teatro no Centro da cidade. Restante do dia livre para conhecer a capital manauara. Sugerimos jantar no recém-inaugurado restaurante Caxiri, ao lado do Teatro Amazonas, que possui cardápio assinado pela chef Débora Shornik, misturando ingredientes regionais com sabores da culinária internacional.

 

08/10) 2º dia

Manaus / Novo Airão e Arquipélago de Anavilhanas

Café da manhã no hotel, check-out e traslado para a cidade de Novo Airão – uma viagem de aproximadamente 3 horas.

Chegada e almoço no restaurante flutuante Flor do Luar e logo após embarque no Barco Jacaré-Açu. Ao iniciar nossa navegação, teremos uma pequena sabatina amazônica: rápida explicação da fauna, flora, bacias hídricas, costumes regionais e detalhamento de nosso roteiro nos próximos dias.

Na parte da tarde, ancoragem para rápido passeio de voadeira pelas ilhas e lagos próximo. Provável visualização de Botos Tucuxi, Cor-de-Rosa e das aves de época.

Retorno à embarcação para prosseguirmos navegando até o Mirante do Madadá, onde será servido nosso jantar a bordo. Pernoite a bordo ou em redes no Mirante, um bangalô com banheiro, em meio à floresta, com bela vista para o Rio Negro – acordar em meio à floresta com o nascer do sol é uma experiência única!

 

09/10) 3º dia

Trilha do Madadá e Praia do Sono

O dia amanhece no Madadá. Café da manhã regional com frutas, geleias, tapioca, tucumã, e outras iguarias típicas.

Neste dia, trilha de aproximadamente 3 horas de duração (ida e volta) em floresta primária até as Grutas do Madadá. No retorno, passeio por sítio caboclo e mergulho com bóias no Rio Negro. Almoço a bordo. Na parte da tarde, zarpamos com destino a Praia do Sono. Ao anoitecer continuamos a navegação para pernoitar a bordo, ancorado próximo à entrada do Parque Nacional do Jaú.

 

 

10/10) 4º dia

Parque Nacional do Jaú

O dia amanhece e zarpamos com destino a base do ICMBIO na entrada do Parque para registro e certificação. Logo após a entrada, pequena caminhada para observação de uma Sumaúma – a maior árvore da Amazônia. Navegaremos pelo Rio Jaú com suas águas espelhadas em meio à natureza quase intocada, admirando a fauna e flora local. Ancoragem e incursão de voadeira pelo Rio Pauini, explorando este afluente repleto de belas cachoeiras. Retorno à base para saída do parque. Continuamos a navegação ruma a Vila de Moura. Jantar a bordo.

 

11/10) 5º dia

Rio Jauaperi e Vila de Moura

Logo após café da manhã a bordo, desembarque para visita à vila de Moura, a maior comunidade ribeirinha do Rio Negro, com cerca de 500 habitantes. Visita a escola Santa Rita que possui um projeto de ensino a distância. Almoço a bordo e tarde de navegação até o Igarapé do Gaspar.

 

12/10) 6º dia

Comunidade de Itaquera e Reserva Xixuaú

Após café da manhã, desembarque na comunidade de Itaquera, local onde vivem os alunos da Escola Vivamazônia, e é feito anualmente um plano de proteção de praias e quelônios (tartarugas). Almoço a bordo e tarde de navegação para a Reserva do Xixuaú. Chegada na reserva onde faremos um tour de reconhecimento e intercambio com os moradores e passeio de canoa a remo nas trilhas aquáticas dos lagos e igapós com guia local. Como cada canoa comporta apenas 2 pessoas, o passeio é feito de forma personalizada e exclusiva. Prepare-se observar ariranhas, botos, tucanos, macacos arborícolas colhendo frutas no igapó, dentre outros animais.

 

13/10) 7º dia

Reserva Xixuaú

Manhã reservada para trilhas aquáticas ainda na reserva, ao lado do território indígena Waimiri-Atroari, com provável visualização de macacos-aranha (o maior macaco brasileiro) e ariranhas. Almoço a bordo e navegação para o igarapé do Gaspar (escola Vivamazônia). Tempo para relaxar e mergulhar no Rio com bóias e praticar stand up paddle. Jantar a bordo.

 

14/10) 8º dia

Escola Vivamazônia

Após café da manhã, conheceremos a escola Vivamazônia, com práticas de educação ambiental e difusão da cultura local. A manhã será dedicada ao intercâmbio com as crianças e professores. Almoço a bordo e no final da tarde iniciaremos a navegação de volta, com destino a cidade de Novo Airão. Navegação durante toda a noite.

 

15/10) 9º dia

Novo Airão – Mirante do Gavião Lodge

Chegada em Novo Airão pela manhã. Interação com os botos cor de rosa em flutuante regional e city tour pela cidade visitando oficinas de artesãos locais e outras atrações. Check-in no charmoso Hotel Mirante do Gavião, construído de forma integrada a natureza, a beira do Rio Negro – um ótimo lugar para finalizar com chave de ouro a expedição. Restante do dia livre para aproveitar a infraestrutura do lodge com pensão completa.

      

16/10) 10° dia

Novo Airão / Manaus

Após café da manhã no restaurante Camu Camu, a beira do Rio Negro, relax no hotel. Em horário adequado, traslado de retorno para aeroporto de Manaus. Fim de nossos serviços.

 

O pacote inclui:

– Traslado Aeroporto/Hotel em Manaus;

– 1 diária com café da manhã em apartamento single ou duplo no Casa Teatro Boutique Hotel em Manaus;

– 08 diárias a bordo do Barco Jacaré-Açu com pensão completa (café da manhã, almoço, jantar e snacks) e bebidas (água mineral, sucos, refrigerantes, cerveja e caipirinhas);

– Passeios diários com guias especializados;

– Taxas comunitárias;

– 01 diária com pensão completa (café da manhã, almoço e jantar – exceto bebidas) no Mirante do Gavião Lodge;

– Transfer Novo Airão/Aeroporto de Manaus;

– Seguro Viagem;

– Kit Viagem Turismo Consciente.

 

O pacote não inclui:

– Passagens aéreas;

– Bebidas durante estadia no Mirante do Gavião Lodge;

– Itens não especificados acima.

 

VALOR POR PESSOA | PACOTE TERRESTRE E FLUVIAL: R$8.480,00

 

Política para Crianças:

3 a 5 anos: 50% do valor total | 6 a 9 anos: 75% do valor integral | A partir de 10 anos: valor integral

 

Formas de pagamento:

40% de entrada via depósito + 3 parcelas fixas no cartão (Visa ou Master)

 

Observações Gerais:

– Todos os valores estão sujeitos à alteração sem aviso prévio até o fechamento da viagem;

– O ministério da saúde recomenda (não obrigatório) a vacinação da febre amarela para todos os viajantes acima de 09 meses de idade que entram em zonas endêmicas no Brasil, como a região amazônica;

– Todos os valores estão sujeitos à alteração sem aviso prévio até o fechamento da viagem;

– Por se tratar de um itinerário em meio à natureza, os atrativos e percurso estão sujeitos à alteração para segurança e conforto dos viajantes;

– Em consonância com a deliberação normativa nº 161 de 09 de Agosto de 1985, da Embratur, em caso de desistência após confirmação da viagem: com até 31 dias de antecedência será retido 10% do valor total a titulo de despesas operacionais; de 30 a 11 dias do início da viagem será retido 50% do valor total. Caso a desistência ocorra com apenas 10 dias ou menos antes ao embarque será retido 80% do valor total pago.

 

Características de nossos Barcos:

Todas as embarcações utilizadas em nossos roteiros pelos rios amazônicos possuem estilo regional, oferecendo aos nossos clientes a sensação de estar viajando em barcos de linha como fazem os nativos da região, porém com conforto, segurança e serviço de bordo. São barcos feitos inteiros de madeira de lei, de 40 a 80 pés, com botes motorizados e canoas conforme a necessidade dos roteiros. A tripulação é composta por comandante, guia chefe-de-expedição, guia nativo, chef de cozinha, ajudantes, marinheiros e camareiras.

Você também pode gostar de: